Foi-se o tempo em que receber o pagamento por algum serviço resumia-se à dinheiro ou cheque. A verdade é que hoje em dia, profissionais liberais podem ter tantas – ou até as mesmas – formas de pagamento que grandes empresas ou comércios.

E o mesmo vale para os pagamentos como personal organizer. Quanto mais opções você tiver, melhor. Assim suas clientes terão mais chances para fechar uma contratação com você.

Pensando nisso, hoje vou te mostrar algumas opções bem bacanas, mas antes de qualquer coisa vale lembrar: para que você tenha acesso à elas, é importante que seja uma profissional formalizada, ou seja, com CNPJ.

Isso porque, na grande maioria dos casos, as empresas de pagamento vão pedir isso. Você pode ler mais sobre as vantagens da formalização neste artigo aqui.

Dado o recado, vamos começar com as opções de pagamentos como personal organizer. Vem comigo?

Como cobrar como personal organizer? Formas de pagamento para o seu negocio de organização.

Quais as diferentes opções de pagamentos como personal organizer? 

Uma coisa é certa: hoje em dia existem várias opções de pagamento com ótimo custo benefício para profissionais liberais. Ou seja, serviços que são práticos, com rápida adesão e que não cobram um fortuna de taxas por mês.

No entanto, hoje eu vou falar sobre alguns, especificamente: a maquininha de cartão, o boleto bancário e os pagamentos online.

#1. A maquininha de cartão de crédito

Se você é consumidora, deve perceber que a cada dia usamos mais e mais o cartão de crédito ou débito para pagar por nossas compras. E o mesmo acontece com a aquisição de serviços.

Ter uma maquininha de cartão é quase que obrigatório hoje em dia, até os ambulantes na praia já possuem uma! Então, se seu serviço está crescendo, é fundamental pensar nesta alternativa.

Uma das mais populares para pequenos negócios aqui no Brasil é a Moderninha. Ela conta com três opções (básica, média e pró) com valores super acessíveis. E o mais bacana é que você não precisa pagar mensalidade. Além desta opção, alguns bancos também estão oferecendo este tipo de maquininha para pequenos negócios, vale conversar com seu gerente.

O único porém é prestar atenção nas taxas. A média é de 2% para pagamentos no débito, e entre 3 e 5,6% no crédito.

#2. Pagamentos por boleto

Emitir boletos hoje em dia é tão fácil quanto fazer uma transferência online. Exemplo das prestadoras deste serviço é a plataforma Pague Veloz. Você cria um cadastro profissional, incluindo conta bancária, dados sobre a sua empresa e documentos e pronto, pode começar a emissão.

Para emitir, basta preencher os dados sobre o pagador, descrição do serviço, data de vencimento e voi lá, quando o boleto for pago você solicita a transferência do valor para sua conta.

Mas, como nada é de graça nesse mundo profissional, você vai pagar uma média de R$6 por boleto.

#3. Pagamentos online

Usar os meios online para receber seus pagamentos como personal organizer também é uma boa opção. A transferência online entre bancos é uma delas. Você determina uma data para o pagamento e a sua cliente faz a transferência para sua conta.

Mas neste caso, deixe-a ciente de que podem haver taxas entre bancos diferentes. Uma ideia é dar um “desconto” no valor da transferência, que custa em média R$10.

Outra alternativa é usar o Pagamento por E-mail de plataformas como o PayPal ou PagSeguro. Você cria seu cadastro e manda por e-mail, para sua cliente, a fatura do serviço. Depois que o pagamento for efetuado, você pode solicitar a transferência do valor para sua conta bancária.

As taxas para estes serviços variam entre 3,9 e 4,9%, mais alguns centavos por transação.

Vantagens e desvantagens

As vantagens de optar por estes meios de pagamentos como personal organizer são muitas e estão bem claras: você tem mais chances de vender pois suas clientes terão mais opções de pagamento. Além disso, elas são práticas, facilitando seu dia a dia.

As desvantagens são as taxas. Algumas são mais altas, outras nem tanto. Por isso, o ideal é que você pesquise bastante antes de escolher seus meios de pagamentos como personal organizer, analisando o perfil de suas clientes o também o que será mais útil para seu negócio.

Por fim, não se esquece de incluir o valor das taxas na hora de precificar o seu serviço. Isso é muito importante que estes meios de pagamento não influenciem em seu lucro real.

E então, o que achou das dicas de hoje? Você já havia pensando sobre variar seus  pagamentos como personal organizer? Conte pra gente! E se ficou alguma dúvida, entre em contato pra que eu possa te ajudar! Até a próxima! 

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.