O mercado brasileiro está cada vez mais exigente. Além da profissionalização e educação constante, perde espaço quem não é visto como um profissional sério, que trabalha dentro da lei. Como personal autônoma não poderia ser diferente, e daí a importância de formalizar sua atividade de personal organizer.

Os profissionais autônomos que recebem até R$60 mil se enquadram na categoria MEI, ou Microempreendedor Individual. Além de poder emitir nota fiscal para seus clientes, com o MEI você sai da irregularidade, pode pagar pela previdência (e, futuramente, se aposentar) e ainda conta com auxílios como licença maternidade, por exemplo.

No artigo de hoje, você vai ver o passo a passo para formalizar sua atividade de personal organizer e lucrar ainda mais por ser uma profissional com empresa própria. Acompanhe.

Passo a passo para formalizar sua atividade de personal organizer

Entenda porque formalizar sua atividade de personal organizer pode ser a melhor escolha para seu futuro profissional.
Entenda porque formalizar sua atividade de personal organizer pode ser a melhor escolha para seu futuro profissional.

Primeiro, decida se você vai fazer o processo sozinha ou com a ajuda de um profissional

Se você sabe se virar bem com a tecnologia e sente confiança para formalizar sua atividade de personal organizer pela internet, saiba que é possível fazer todo o processo online.

Caso contrário, é possível contar com a ajuda do Sebrae de sua cidade ou, então, com algum escritório de contabilidade que seja parceira do programa do governo. Seja pela internet ou em um dos estabelecimentos, o processo é basicamente o mesmo.

#1. Cadastre-se no Portal do Empreendedor

O primeiro passo é preencher um formulário específico no portal do empreendedor. Esta etapa pode ser um pouco cansativa, mas se precisar de ajuda, você pode contar com o Manual, que fica disponível no próprio site.

É nesta parte do processo que você vai escolher a atividade que vai exercer, e podem ser escolhidas até cinco categorias.

Algumas categorias usadas por colegas, mas você deve consultar um contador já que eu não sou uma:

  • código 85.99-6/04 – Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial
  • código 8230-0-01 –  Promoção de eventos
  • código 4759-8-994759-8/99 – Comércio varejista de outros artigos de uso pessoal e doméstico não especificados anteriormente

#2. Documentos prontos

Depois que você terminar a etapa de cadastro no portal, automaticamente vai receber seu CNPJ e número de inscrição na Junta Comercial. Depois que eles forem gerados, você não precisa encaminhá-los à Junta Comercial (ao contrário do que muitos pensam), mas deve imprimir alguns documentos:

  • Certificado da Condição de Microempreendedor Individual,
  • Carnê de Pagamento Mensal,
  • Relatório Mensal de Receitas Brutas (um para cada mês).

Todos estes documentos são de suma importância para manter sua formalização em dia.

#3. Agora, você já pode emitir notas fiscais

Nessa fase, você já tem tudo pronto para emitir suas notas fiscais.

Para formalizar sua atividade de personal organizer, você não terá custos, nem para emitir suas notas. Depois que a MEI estiver pronta, é preciso pagar apenas o DAS, que é o Documento de Arrecadação Simplifica, que custa, em média, R$49 ao mês. Nesse valor, está embutida a Contribuição para a Seguridade Social e os Impostos sobre Serviços (ISS).

Por fim, entre todas as vantagens em formalizar a atividade de personal organizer, vale lembrar que você também pode contratar um funcionário com o regime do MEI, caso a empresa venha a crescer.

E então, está convencida de que formalizar a atividade de personal organizer e se tornar uma MEI é a melhor opção para sua carreira e para o futuro de seu negócio? Lembre-se de que você sempre pode contar com o Sebrae de sua cidade para tirar qualquer dúvida sobre o assunto.

E se você já uma profissional regularizada, conte para gente pelos comentários como tem sido sua experiência! Até a próxima.

Inscreva-se!

Venha se Tornar Uma Personal Organizer

No Profissão Personal Organizer® você aprende Marketing, Negócio e Empreendedorismo para criar, promover seu negócio de organização e ser contratada. Click abaixo e comece o curso hoje!

Similar Posts

6 Comments

  1. Oi! Amei sou matéria
    Eu não encontrei a profissão de personal organizer no MEI. A personal organizer entra na categoria de prestação de serviço, certo? Agradeço a ajuda!

  2. Sandra R. Bortolotti says:

    Sou nova aqui, e agradeço pela orientação, alias muito importante para iniciantes. Gostaria de saber mais sobre P.O. na área de atuação em empresas. Estou muito confiante, gostaria de algumas dicas, organizo escritórios, academia, clinicas, sempre voltado para arquivos, planilhas exccel, scanner de doc., enfim está parte de organizar documentos. Se puder me enviar algumas dicas, agradeço desde já. Como estou no inicio, tenho muitas dúvidas em relação como cobrar, qual valor devo usar por dia, por mês, por empreitada, levo meu material ou solicito o material ao meu cliente. Nossas quantas perguntas e ainda mais dúvidas. Me ajude pfv, bjss

    1. Oi, Sandra!
      Seja bem-vinda ao blog!
      Por favor procure o treinamento do Tadeu Motta, oorganizador.com.br que te dará a base que você precisa para iniciar nesta area com segurança.
      Caso queira fazer um treinamento de negócio e empreendedorismo, confira o Profissão: Personal Organizer aqui!
      Votos de muito sucesso!

Leave a Reply

Your email address will not be published.