Quantas e quantas vezes ao longo de nossa vida, tentamos dar fim a certos problemas e nada parece resolvê-los? É como se o resultado fosse temporário, mas em questão de pouco tempo, tudo retorna às origens. A organização da casa, do relacionamento, da vida profissional ou pessoal…

Muitos podem ser os problemas que precisam de solução em nossa vida. Mas, quantos deles podem ser resolvidos sem que a gente organize também aqui, dentro de nós mesmos? Já parou pra pensar sobre isso?

Entenda que alguns hábitos podem sabotar não somente a organização de nossa casa, mas de nossa vida como um tudo.

A falta de organização e os diversos reflexos em nossa vida

Segundo os estudos do Feng Shui (arte milenar oriental), a desordem em nossa rotina – especialmente em nosso lar – age refletindo em nós. Para a tradição, nosso lar é uma energia, os próprios objetos possuem sua própria energia e, assim sendo, têm efeito sobre nossa vida como um todo.

Bom, mas então é só deixar tudo arrumado, você deve estar pensando. É aí que entra a questão que falamos logo acima: por quanto tempo você conseguirá deixar tudo organizado?

O verdadeiro X da questão é que, para uma verdadeira mudança no exterior precisamos, primeiro, mudar nosso interior.  

Por que a organização deve começar dentro de nós mesmos?

É uma questão muito simples, se pararmos para pensar. Quando não estamos bem com nós mesmos, dificilmente seremos capazes de manter um relacionamento saudável – seja ele amoroso ou familiar.

Quando não estamos com a cabeça em ordem, como poderá ser possível fazer o trabalho render, ter mais produtividade?

Quando nós mesmos não conseguimos manter a ordem em nosso quarto, como cobraremos ou daremos o exemplo para as crianças?

E falando em nossa casa, não adianta tapar o sol com a peneira. Você pode dar jeito na desordem, mas como padrão de comportamento, irá bagunçar tudo de novo, rapidinho. Desculpe pela triste notícia, mas é verdade. Antes de tudo, vamos começar a organização por dentro!

Meus conselhos para iniciar a sua organização interna

  • Se o objetos também têm energias, comece descartando todos aqueles que não fazem mais sentido em sua vida. Roupas, livros, discos, eletros, brinquedos… retire tudo. Abra espaço para novas energias.
  • Reavalie sua rotina. Quais atividades que não colaboram podem perder espaço ali, como por exemplo, tempo em demasia nas redes sociais ou tempo em demasia em frente à TV… E quais atividades positivas podem entrar, como uma caminhada para espairecer, um momento de leitura…? Troque hábitos ruins por hábitos positivos.
  • Que tal cuidar do corpo através de uma alimentação balanceada? Seu corpo é seu templo, por isso, cuide bem dele. Para começar, basta retirar de seu prato alimentos com excesso de açúcar, sódio, gordura e todos aqueles ingredientes que já sabemos que faz mal.
  • Estabeleça novas metas – possíveis de alcançar. Quando temos um objetivo, pequenas recompensas diárias para chegar até ele fazem um bem danado. Pode ser qualquer coisa: aprender um instrumento, um idioma, uma dança… Se exercitar três vezes na semana, um promoção no trabalho, entre muitas outras. Encontre algo que faça sentido para você.

E por último…

Vem o momento de mudar alguns hábitos com relação à organização da casa, para que a ordem seja contínua e não esporádica. Uma dica que dou é iniciar uma rotina diária ou semanal.

No começo pode parecer cansativo ou coisa demais, mas rapidinho você vai perceber que com poucos minutos por dia você consegue manter a casa sempre limpa e organizada. Para te ajudar, escrevi diversos textos aqui no blog ensinando essa metodologia. Vou te indicar três deles:

Como resultado, as energias fluirão positivamente, você estará vivendo bem consigo mesma, em plenitude e o fantasma da desorganização estará passando longe de seu lar.

E então, o que achou das dicas de hoje? Elas fazem sentido para você? Deixe sua opinião aqui nos comentários!

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.